Mamoplastia

A mamoplastia é uma das cirurgias mais procuradas dentro do consultório de um cirurgião plástico. O termo Mamoplastia é muito amplo, pois se refere a qualquer plástica mamária. Para simplificar o assunto, dividimos didaticamente as cirurgias das mamas em três grandes grupos.
 
1) Mamoplastia de Aumento (Prótese mamária)
 
Quando é indicada?
 
A cirurgia de aumento de mama utiliza implantes para dar volume aos seios ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez. A cirurgia de aumento isolada não corrige seios severamente caídos. Se você deseja um resultado que corrija a flacidez, o procedimento de elevação da mama pode ser realizado ao mesmo tempo em que o aumento de mama.
 
Qual implante utilizar?
O tamanho do implante a ser colocado depende de vários fatores a serem analisados. O conjunto de medidas corporais da paciente (largura tórax, capacidade do envelope mamário, compleição corporal), o desejo de um aumento maior ou menor da mama pela paciente e a avaliação parcimoniosa do cirurgião plástico levam a escolha de um tamanho de implante que seja satisfatório e seguro.
 
Quais tipos de cicatriz?
A cirurgia de aumento de mama pode ser realizada através de 3 abordagens diferentes. A mais clássica é a incisão infra mamária, outra possibilidade é a abordagem axilar e completando as opções o acesso periareolar. Não existe uma técnica melhor ou pior, todas possuem prós e contras, a discussão do cirurgião com a paciente será definida a opção que melhor se encaixa em suas necessidades.​
 
2) Mamoplastia Redutora (sem uso de prótese)
 
O que é?
 
A cirurgia de redução mamária remove o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele para atingir um tamanho de mama proporcional com o seu corpo e aliviar o desconforto associado com seios muito grandes. O peso do tecido mamário em excesso pode prejudicar sua capacidade de levar uma vida ativa.
 
Quando pode ser realizada?
 
A cirurgia de redução mamária pode ser realizada a partir dos 18 anos de idade, quando a mama apresenta na maioria dos casos sua forma e volume adulto.
 
Como é a cicatriz de uma mamoplastia redutora?
A cicatriz resultante desde procedimento é a âncora, isto é, em volta da aréola, no sulco infra mamário e uma cicatriz vertical ligando as duas anteriores. Os cuidados no pós-operatório que são orientados pelo cirurgião são fundamentais para a obtenção de uma cicatriz de qualidade, com melhor resultado estético final.​
 
3) Mastopexia (prótese + pele)​
 
O que faz uma cirurgia de Mastopexia?​
 
A mastopexia reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele para compor o novo contorno da mama. A cirurgia de mastopexia pode ser associada ou não a inclusão de implantes mamários, a depender do volume e qualidade do tecido mamário da paciente.
A mama feminina pode apresentar uma ptose (queda) devido a fatores como amamentação, perda de peso importante, oscilações contínuas de peso, gravidade e envelhecimento. A cirurgia de Mastopexia consegue alterar os principais aspectos que fazem a mama ter um aspecto mais envelhecido (aréola baixa, aréola alargada, excesso de pele e falta de projeção da mama).​
 
Como é a cicatriz da Mastopexia?
 
A cicatriz de uma mastopexia é tão variável quanto suas possibilidades. A cirurgia pode terminar com uma cicatriz somente em volta da aréola (periareolar), até a necessidade de uma cicatriz em âncora, dependendo do grau de ptose que a mama se apresentar. A consulta e avaliação do cirurgião são indispensáveis para explicar todas as possibilidades a paciente, assim como elucidar as dúvidas que aparecerão durante a avaliação.

Alguma dúvida?

Deixeu seus contato que retornaremos

Rua Restinga, 113 – Cj. 1604 – Tatuapé – São Paulo/SP

contato@amaroepasquarelli.com.br

(11) 2533-6258

(11) 98945-8928

Rua Restinga, 113 – Cj. 1604 – Tatuapé – São Paulo/SP

contato@amaroepasquarelli.com.br

(11) 2533-6258

(11) 98945-8928

Endereço

Rua Restinga, 113 – Cj. 1604 – Tatuapé – São Paulo/SP

Seguir